EM DESTAQUE:

MODA: {EcoFashion} Shaire é lançada e chancela produtos com carbono retirado de fontes poluentes

Imagem
Protótipos de óculos desenvolvidos pela Wiit são os primeiros produtos a levarem a marca Shaire

Durante a Brasil Eco Fashion Week, evento anual que celebra a moda sustentável brasileira ocorrido de 15 a 17 de novembro, foi lançada a Shaire. A marca brasileira é uma iniciativa que visa apoiar tecnologias que retiram o carbono de fontes poluentes e o insere em produtos, além de ampliar a sensibilização sobre seu valor agregado (ambiental e financeiro) e sua importância para a atenuação das mudanças climáticas.
Na primeira linha de protótipos de produtos que levam a sua marca e que foram desenvolvidos por empresas parceiras, há o uso de tecnologia que captura o dióxido de carbono de fontes emissoras e transforma suas moléculas para se obter o carbono sólido, permitindo que este elemento seja utilizado na composição de produtos diversos.
O lançamento conceitual da Shaire na Eco Fashion se concretizou em dois protótipos: óculos desenvolvidos pela empres…

MODA: Consultoria de Imagem - 5 dicas de como manter o estilo no ambiente de trabalho

Conselhos certeiros para dominar o dress code fazendo a leitura do ambiente da empresa por @marcosgomesbr



A imagem do profissional é um elemento relevante na cultura das empresas e contribui para a evolução da carreira. No mercado de trabalho, causar uma boa impressão sempre conta pontos, e aí entra o trabalho da consultoria de imagem, que atua para alinhar o estilo individual ao ambiente da empresa, e ao seu dress code, formal ou informal.

Com existência ou não de manual de "dress code" na organização, é possível cultivar estilo próprio. Para isso, é fundamental estar à vontade com o que usa, pois não há como passar credibilidade sem autoconfiança. Como etapa relevante do trabalho de imagem, o profissional precisa identificar o que lhe cai bem.

"Zelo é palavra-chave quando se trata de imagem corporativa, uma das mensagens mais importantes que se pode passar no ambiente da empresa". A partir dessa premissa, seguem cinco dicas para ter uma imagem adequada no ambiente de trabalho.

1- Perfil da empresa
Com cultura corporativa não se brinca: a escolha do que vestir no ambiente de trabalho deve considerar o perfil da empresa. O colaborador representa a empresa, seu modo de vestir precisa estar alinhado ao "mood" organizacional. Para não errar, deve-se analisar: qual o perfil da empresa? Ela é mais tradicional? Mais criativa? Mais contemporânea? Temos dois exemplos extremos: bancos e agências de publicidade. O primeiro com o código mais formal e o segundo com uma liberdade maior para se vestir. Avalie por essa régua onde está sua empresa e, a partir disso, faça as escolhas.

2- Função desempenhada
Os líderes são sempre boas referências de como se vestir. Eles são espelhos, mas deve se considerar ainda o cargo ocupado. A partir dessas observações, fazer as escolhas para o guarda-roupa. A função que a pessoa desempenha deve estar representada no jeito que ela se veste. Então, não podemos esperar de um estagiário o mesmo que se espera de um gestor ou diretor.

3- Estilo pessoal
O estilo nada mais é do que reflexo da personalidade, por isso é sempre importante a pessoa identificar se o perfil da empresa vai de encontro com quem ela é, para não causar nenhum sofrimento e desconforto desnecessário. Depois de mapeado o ambiente e refletir sobre o código de vestimenta para a função desempenhada, importante trazer referências do estilo pessoal, de forma sutil, para o ambiente de trabalho. Pequenos elementos podem indicar pontos da personalidade a destacar. Influências culturais, idade e a geração a que o profissional pertence são balizas para essa composição.

4- Tendência de moda
Trazer um ar contemporâneo ao look é sempre bem-vindo, sem ser uma vítima da moda. Se o funcionário é ligado ao universo da moda e deseja trazer as tendências para o dia a dia, vale investir em elementos sutis e acessórios. Uma gravata divertida, colares, brincos, lenços, sapatos e bolsas.

5- Avalie o guarda-roupa
Para facilitar o dia a dia, analisar o guarda-roupa e mantê-lo organizado com peças-chave, sem excessos, vale muito. Normalmente, trabalha-se no mínimo 5 dias por semana, então você vai passar a maior parte do seu tempo em atividades profissionais. Assim, 70% das roupas devem ser voltadas para o trabalho, 15% para o lazer, 10% para ficar em casa e 5% para a vida noturna. A maioria das pessoas gasta muita energia fazendo o movimento contrário.

Especialista no assunto, trabalho com atendimentos de pessoas físicas e corporativo e tenho como missão fazer os clientes se sentirem mais seguros e autoconfiantes por meio de uma comunicação não verbal consciente, estratégica e assertiva. Na área corporativa, procuro gerar  valor para empresas por meio de projetos de alinhamento de "dresscode", treinamento de equipes de varejo, palestras e ações de engajamento.
 
Designer, Consultor de Imagem e Estilo graduado pela Universidade Anhembi Morumbi de São Paulo, Empresário e Blogueiro, atuo na área desde 1990 e com experiência em comunicação corporativa, marketing e branding, tendo passado também por cargos de gestão. Fale comigo: oresumodamoda@gmail.com 

AS MAIS ACESSADAS DA SEMANA:

MODA: T JAMA, muito mais do que pijama, é um estilo de vida!

MODA: T Jama arma meeting pré lançamento

TURISMO: Black Friday na Blue Tree Hotels, diárias e pacotes com até 25% de desconto

MODA - O charme da estampa print na coleção de inverno da Parizi Jeans

MODA: Michael Kors inova relógio Best-seller Runway com mostrador laranja e vidro furta cor

DECORAÇÃO: Kitchens participa da Casa Cor São Paulo

DECORAÇÃO: Mostra Kids Concept Decor - 9 inspirações para espaços infantis

Moda com seda de aranhas

MODA: It Beach apresenta nova linha de sapatilhas Strass Paris Lolitta para o verão 2015

MODA: Novidade que vem da Coréia, Detergente em folhas para lavar roupa chega ao Brasil