EM DESTAQUE:

BELEZA: Conheça os novos sabonetes sortidos da linha Natura Tododia Lima e Flor de Laranjeira

Imagem
A linha TododiaLima e Flor de Laranjeira, em edição especial, está de volta e celebra esse momento de conexão com o próprio corpo e a chegada da estação mais esperada do ano, o verão. Como complemento da linha, neste mês de outubro, Natura Tododia lança os sabonetes em barra sortido Lima e Flor de Laranjeira para um banho ainda mais refrescante e perfumado.
Conheça abaixo cada um dos produtos:
Sabonete em barra sortido Tododia Lima e Flor de LaranjeiraFragrâncias cítricas e florais em versões inéditas. Fórmula cremosa. Caixa com 5 unidades de 90g cada.Preço Sugerido R$ 21,90Desodorante Hidratante Corporal Sorbet Referescante Tododia Lima e Flor de LaranjeiraTem textura sorbet, mais leve e refrescante, toque aveludado e rápida absorção na pele, sendo indicado para nutrição e hidratação de todos os tipos de pele, acalmando e aliviando a sensação de calor. A embalagem ainda vem com decoração especial em três versões. Para maior refrescância, o produto pode ser colocado na geladei…

MODA BRASILEIRA: a abertura do mercado.

  Os movimentos de aglutinação da moda brasileira sucumbiram diante de um mercado difícil. Em 1990, a flutuação cambial e a falta de condições para a exportação criaram uma crise no setor. Em abril, a moda também foi gravemente afetada pelo Plano Collor, que instalou o cruzeiro como moeda e interferiu na vida de todos, comprometendo o consumo. “Foi uma parada cardíaca”, definiu a empresária Costanza Pascolato, da tecelagem Santacostancia.

 Ao mesmo tempo, com a abertura do mercado para as importações, o produto brasileiro sofria severa concorrência de peças mais baratas, que seduziram sobretudo um consumidor com pouco dinheiro para gastar em roupas. A partir de 1992, com a entrada dos tecidos importados, despencaram os preços, dando origem à mais longa agonia do setor até então: entre 1992 e 1997, pelo menos 773 empresas da área têxtil fecharam, e mais de 1 milhão de pessoas perderam o emprego.

 As importações mexeram também no mercado do luxo. A empresária Eliana Tranchesi, da loja Daslu, aproveitou o momento para começar a negociar com grifes internacionais, trazendo para São Paulo (ao longo da década) marcas como Chanel, Gucci, Dolce&Gabbana e Prada. Difícil foi convencer essas marcas internacionais a entrar no Brasil, já que o país tinha um mercado apenas incipiente e a fama de mau pagador, além de enfrentar boa dose de ignorância da parte dos grandes conglomerados do Planeta Fashion. A Chanel foi a primeira e abriu caminho para as outras. O império Daslu se descortina também nos números, com mais de 80 marcas comercializadas. Eliana e sua equipe de compradores viajam para as quatro cidades do Planeta Fashion, vendo desfiles e fazendo os pedidos da loja, agora sim adequados ao clima e ao gosto de brasileiras e brasileiros. Com a iniciativa da Daslu, o país entrou no mundo das grifes e deu origem a um novo espectro de cliente e de consumo, definindo os contornos de uma geração: as “dasluzetes” (meninas de família da classe alta, loucas por status, fashion victims sem culpa).

MAIS VISUALIZADAS NA SEMANA:

BELEZA: Outubro Rosa – autoestima e empoderamento feminino para mulheres em tratamento

ENTRETENIMENTO: Futura delegada de polícia, Raissa de Albuquerque retorna em ensaio picante para Bella da Semana

DECORAÇÃO: Linha ClicClac, da Futon Company, ganha mais um modelo de sofá-cama, Chicago

GASTRONOMIA: Dia do Cachorro Quente - Receita de hot dog de cenoura vegano

GASTRONOMIA: Evento mundial de sustentabilidade será realizado em BH, com foco no mercado de café

BELEZA: Sérgio Led’s apresenta seu novo projeto Mundo da Tattoo

DECORAÇÃO: Tapume também é arte

ENTRETENIMENTO: 42ª Mostra promove itinerância gratuita em Campinas com CPFL

BELEZA: Inspiração para um visual iluminado

DECORAÇÃO: Peroba de Demolição - A Melhor Opção de Madeira Nobre