TURISMO: Brasil espera receber 500 mil turistas durante Olimpíada

Projeção é de que esses turistas injetem US$ 1,7 bilhão na economia do País; essa é a primeira vez que um país da América do Sul vai sediar o evento e entre os principais convites propostos pela Embratur aos turistas que acompanharão os jogos, está o cartão-postal carioca. Foto: Divulgação

Pela primeira vez, os jogos olímpicos e paralímpicos chegam à América do Sul e terão o Brasil como País sede. O evento, que começa no dia 5 de agosto, na cidade do Rio de Janeiro, deve receber entre 350 a 500 mil visitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).
De acordo com Vinícius Lummertz, presidente da Embratur, com a experiência que o Brasil adquiriu em grandes eventos nos últimos anos, como a Rio+20 e a Copa do Mundo, o País não só vai aumentar o fluxo de turistas nacionais com os Jogos Olímpicos, como vai bater os recordes de turismo internacional alcançados no ano passado. "Os grandes eventos são o ticket de entrada na grande disputa do turismo internacional”, acredita.
Além da cidade do Rio de Janeiro, principal cartão-postal usado pelo governo brasileiro para atrair turistas ao País, outras cidades brasileiras também estão sendo apresentadas no exterior.
“Desde que o Brasil foi anunciado como sede da Olimpíada, a Embratur e o Ministério do Turismo desenvolvem estratégias voltadas para promover o Brasil como sede dos grandes eventos esportivos e atrair ainda mais turistas estrangeiros”, declarou Vinícius Lummertz.
Dentre essas estratégias, é possível destacar a campanha "Brazil is open for you!", que convida cidadãos da Austrália, Canadá, Estados Unidos e do Japão a conhecer o Brasil. A iniciativa pretende alcançar mais de 70 milhões de pessoas desses quatro países, que, recentemente, foram liberados de apresentar o visto para entrar no Brasil.
A liberação de visto para esses turistas, um trabalho da Embratur junto ao Ministério de Relações Exteriores, deve-se a grande tradição olímpica desses países, que têm histórico importante de emissores de turismo para o Brasil. 
Nos últimos dez anos, por exemplo, os Estados Unidos foram responsáveis por emitir 600 mil visitantes por ano ao Brasil. O país é o segundo maior emissor de turistas para o Brasil, ficando atrás apenas da Argentina, que soma 1,6 milhão de turistas.

Tocha olímpica
O tour da tocha olímpica também vem desempenhando bem o papel de apresentar as belezas naturais, costumes e culturas de diversas cidades brasileiras aos turistas. Com início em Brasília, no dia 3 de maio, o percurso já alcançou as Regiões Centro-Oeste, Sudeste, Nordeste e Norte do País, passando por mais de 150 cidades brasileiras.
O trajeto se estenderá ao Sul e chegará ao Rio de Janeiro no dia 4 de agosto. A condução da chama olímpica conta com atletas brasileiros, artistas, jornalistas, personalidades e outros cidadãos de destaque, selecionados para a jornada. 

Jogos Rio 2016 
No dia 5 de agosto, a Olímpiada se desdobrará em 42 esportes olímpicos ocorridos em 19 dias. Das 306 provas, que valerão medalhas, 136 são femininas, 161 masculinas e nove mistas. No total, o campeonato contará com mais de 10 mil atletas.
Na competição paralímpica, que terá início no dia 7 de setembro e será encerrada no dia 18 do mesmo mês, mais de quatro mil atletas participarão das provas, divididas em 23 modalidades esportivas.
O Rio de Janeiro sediará as cerimônias de abertura e encerramento da Olimpíada, além de grande parte dos jogos. Entretanto, outras cinco cidades também foram escolhidas para receber as partidas de futebol. Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Salvador e São Paulo também farão parte do circuito olímpico.

Fonte: Portal Brasil

Destaques da Semana:

DECORAÇÃO: Irmãos Fahrer lançam a Empório Fahrer

GASTRONOMIA: Barbosa & Marques indica queijos para preparar sanduíches

GASTRONOMIA: Esporão Reserva é destaque ´Double Gold´ no SAKURA AWARDS, no Japão