BELEZA: Você já ouviu falar do silicone de panturrilha ?

Homens também estão procurando por próteses para definir seus corpos. Fotos: Divulgação

Tornou-se comum os homens realizarem cirurgias plásticas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o número de procedimentos quadruplicou de 72 mil para 276 mil de 2009 para 2014. Assim, a média é de que um homem realiza uma plástica a cada dois dias no país.

Outro número do levantamento é que existe um crescimento da participação de homens em cirurgias estéticas, que praticamente dobrou de 12% para 22,5%. No total, foram realizadas 712.902 cirurgias estéticas no Brasil durante 2014, e é um número que tende a crescer cada vez mais.

De acordo com Alderson Luiz Pacheco, membro da SBCP, isso se dá por uma mudança cultural. “As intervenções plásticas não são mais vistas apenas como situações das mulheres. Agora existe uma aceitação maior das pessoas de que os homens também podem se favorecer com cirurgias plásticas e eles passaram a realizar diversas delas, como o implante de silicone na panturrilha. O homem também é vaidoso e se preocupa com a própria imagem, por isso recorre às cirurgias para melhorar sua autoconfiança e estar melhor consigo mesmo”, diz.

Mas qual o objetivo de colocar próteses de silicone na panturrilha? “Muitas pessoas tem uma desproporção nas pernas comparada ao resto do corpo. Assim, elas optam pela incisão do silicone no local para corrigir essa desproporção ou até mesmo aumentar a resistência da região, responsável pela sustentação do corpo. Geralmente, os pacientes veem a intervenção como última alternativa porque não conseguiram desenvolver as panturrilhas com exercícios físicos e ainda se sentem incomodados com isso. Ou seja, a operação vai corrigir o problema e também estimular e aumentar a autoestima do indivíduo”, conta.

Além disso, Alderson conta que, apesar de serem próteses de silicone, a intervenção na panturrilha e a incisão nas mamas não são iguais. “Por se tratar de outra região do corpo, o material e o formato do gel são diferentes. Além disso, o silicone na panturrilha é colocado acima do músculo para não comprometer a perna. São necessários, no mínimo, 5 dias de repouso, além de um período de 45 dias sem exercícios físicos para não comprometer a região. Isso se dá pelo fato de que a pele do local que não pode sofrer grandes expansões”, explica.
O cirurgião que atua em Curitiba também revela que, assim como outros procedimentos, a incisão do silicone na panturrilha é segura. “A tecnologia e os aparatos trouxeram mais conforto e segurança para quem quer realizar algum tipo de cirurgia

Segundo Alderson, o acompanhamento de um profissional é essencial. “Os pacientes devem estar conscientes da escolha que estão tomando. Caso não sigam as recomendações necessárias, podem sofrer riscos mais graves como uma necrose. Por isso, é de extrema importância que quem deseja modificar seu corpo com alguma intervenção cirúrgica seja acompanhado por um especialista, pois ele vai dar as orientações do que deve, ou não, ser feito antes, durante e depois da cirurgia”, conclui.


Doutor Alderson Luiz Pacheco (CRM-Pr 15715)
Cirurgião Plástico
Fone: 41 3022-4646      
Endereço: Rua Augusto Stellfed, 2.176, Champanhat, Curitiba/PR



Destaques da Semana:

DECORAÇÃO: Irmãos Fahrer lançam a Empório Fahrer

GASTRONOMIA: Barbosa & Marques indica queijos para preparar sanduíches

BELEZA: Elimine a pele ressecada causada pelo tempo seco