ENTRETENIMENTO: Taanteatro Companhia apresenta cARTAUDgrafia no Viga Espaço Cênico

A Taanteatro Companhia faz cARTAUDgrafiauma trilogia sobre vida e obra do poeta francês Antonin Artaud. Foto: Divulgação

Até 13 de dezembro de 2015, a Taanteatro Companhia apresenta sua trilogia cARTAUDgrafia no Viga Espaço Cênico, com direção de Wolfgang Pannek e direção coreográfica de Maura Baiocchi. cARTAUDgrafia tem como objetivo investigar o território poético da vida-obra de Antonin Artaud (1896 a 1948), ícone da poesia surrealista e idealizador do Teatro da Crueldade. A encenação integra o projeto TRANS, contemplado pelo Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo – 16a Edição.

A trilogia começa no dia 30 de outubro com a terceira e última parte: cARTAUDgrafia 3: Retorno do Momo. Em seguida, nas semanas subsequentes, serão apresentadas também as outras partes da obra: cARTAUDgrafia 1: Uma Correspondência e cARTAUDgrafia 2: Viagem ao México.

O projeto mescla as linguagens da dança, do teatro, da música, do vídeo e da poesia. A dança que surge nos espetáculos é oriunda dos processos criativos da dinâmica taanteatro (teatro coreográfico de tensões) desenvolvida por Maura Baiocchi. As músicas originais são do compositor paulista Gustavo Lemos. Os pintores argentinos Onofre Roque Fraticelli e Candelária Silvestro assinam os vídeos. O elenco de atores/bailarinos/performers é composto por Isa Gouvea, Fabio Pimenta, Mônica Cristina, Patrícia Pina Cruz, Henrique Lukas, Paula Alves e Janina Arnaud. No papel de Artaud atuam Alda Maria Abreu e a própria Maura Baiocchi.

O espetáculo ainda conta com uma equipe de criação composta por artistas do Brasil, Alemanha e Argentina e os textos foram traduzidos e adaptados pelo diretor alemão Wolfgang Pannek.


Sobre as cARTAUDgrafias

O fio condutor da trilogia é “o problema da liberdade autêntica”, indissociável para Artaud da criação do próprio corpo e da luta contra a institucionalização das formas de vida. A encenação retoma as indagações artaudianas acerca da liberdade do corpo, do pensamento e da cultura frente às migrações populacionais que desafiam as certezas geopolíticas do Ocidente na atualidade.

cARTAUDgrafia 1: Uma Correspondência tem como referência principal os textos de Correspondência com Jacques Rivière (1924), troca epistolar que tematiza de maneira poético-filosófica problemas da genealogia do pensamento e da legitimização estética da poesia. Uma Correspondência marca o ingresso de Artaud no mundo literário francês.

cARTAUDgrafia 2: Viagem ao México sintetiza os elementos chaves de três livros de Artaud: O Teatro e seu DuploMensagens Revolucionárias e Os Tarahumaras. Mostra o poeta-dramaturgo no momento de desencanto radical com a cultura ocidental, sua crítica da razão branca e sua busca, em 1936 na “terra vermelha do México”, de uma experiência da cultura ameríndia original que “põe o homem de acordo com a natureza”.

cARTAUDgrafia 3: Retorno do Momo encerra a trilogia ao tratar do embate de A. Artaud com a psiquiatria, de sua exploração poética dos limites da linguagem e sua concepção do “corpo sem órgãos”. Internado em manicômios durante a Segunda Guerra Mundial, retorna à vida civil e cultural parisiense e realiza, entre 1946 e 1948, suas obras mais polêmicas. A dramaturgia de cARTAUDgrafia 3 baseia-se em As Novas Revelações do SerArtaud, o MomoVerdadeira história de Artaud-MomoSupostos e Supliciações, além de protocolos médicos e da produção pictográfica do poeta.


SINOPSE

cARTAUDgrafia é uma trilogia da Taanteatro Companhia que investiga o território poético da vida-obra de Antonin Artaud (1896 a 1948), ícone da poesia surrealista e idealizador do Teatro da Crueldade. A trilogia com autoria e direção de Wolfgang Pannek e com direção coreográfica de Maura Baiocchi é composta por três encenações interligadas. Cada uma delas foca numa dimensão específica da produção de Artaud: as crises do espírito, da cultura, da linguagem. O conjunto das encenações opera como um rito de passagem sobre a crise da representação no Ocidente. A trilogia se baseia em várias obras de Artaud, em parte inéditas no Brasil.


FICHA TÉCNICA
Ideia, tradução, dramaturgia, direção e cenografia: Wolfgang Pannek
Direção coreográfica: Maura Baiocchi
Assistente de coreografia: Alda Maria Abreu
Música: Gustavo Lemos
Iluminação: Eduardo Alves
Artistas plásticos convidados: Onofre Roque Fraticelli e Candelaria Silvestro
Figurino: Taanteatro Companhia
Adereços: Thiago Consp, Candelaria Silvestro, Fábio Pimenta e Patricia Pina Cruz
Elenco: Maura Baiocchi, Alda Maria Abreu, Isa Gouvea, Fabio Pimenta, Mônica Cristina, Patrícia Pina Cruz, Henrique Lukas, Paula Alves e Janina Arnaud.
Desenho gráfico: Hiro Okita
Produção: Wolfgang Pannek e Alda Maria Abreu

SERVIÇO

Até 01/11
cARTAUDgrafia 3: Retorno do Momo
Sexta e sábado às 21h e domingo às 20h
Duração: 60 min

06/11 a 13/12
cARTAUDgrafia 1, 2 e 3

cARTAUDgrafia 1: Sextas às 21h; Duração: 60 min
cARTAUDgrafia 2: Sábados às 21h; Duração: 120 min
cARTAUDgrafia 3: Domingos às 20h. Duração: 60 min

Local: Viga Espaço Cênico – Sala Viga
Rua Capote Valente, 1.323, Pinheiros, São Paulo (próximo ao Metrô Sumaré – Linha Verde).
Ingressos: R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia entrada)
Telefone: (11) 3801-1843 / facebook.com/vigaespacocenico
Recomendação: 12 anos Capacidade: 70 lugares




Destaques da Semana:

DECORAÇÃO: Irmãos Fahrer lançam a Empório Fahrer

GASTRONOMIA: Barbosa & Marques indica queijos para preparar sanduíches

GASTRONOMIA: Esporão Reserva é destaque ´Double Gold´ no SAKURA AWARDS, no Japão