MARCAS e ESTILISTAS: Carolina Herrera, para pessoas chiques e modernas que buscam algo único.


Os valores da marca CAROLINA HERRERA podem ser transmitidos em apenas quatro palavras: elegância, intemporalidade, sofisticação e luxo. Tantos suas coleções de roupas e acessórios, quanto seus perfumes, são originais e marcantes, utilizados por pessoas chiques e modernas que buscam algo único.

De Jacqueline Onassis à atriz de Hollywood Renée Zellweger, sua clientela atravessou décadas. O gosto refinado transformou suas roupas clássicas e atemporais em sucesso garantido.


A HISTÓRIA

A estilista Maria Carolina Josefina Pacanins y Nino de Herrera Guevara, conhecida como Carolina Herrera, nasceu em 8 de janeiro de 1939 na cidade de Caracas, Venezuela, filha de um casal, descendente de uma família aristocrática venezuelana. Quando tinha 13 anos, a avó levou-a a uma viagem à Paris, onde descobriu o estilista espanhol Cristobal Balenciaga, que lhe serviria de inspiração no seu trabalho.

Aos 25 anos, começou a trabalhar como Relações Públicas na Casa Pucci, na Venezuela. Conheceu então Maria Teresa Herrera, mãe de Reinaldo, um editor da revista Vanity Fair, com quem se casaria em 1968. Após ter, durante anos, feito parte da lista das mulheres mais bem-vestidas dos Estados Unidos, em setembro de 1980, apresentou como teste seu primeiro trabalho.

Muito bem recebido pela crítica, conseguiu o apoio de um investidor venezuelano, Armando de Armas, para fundar uma empresa no ano seguinte. Nessa altura, mudou-se permanentemente com a família para Nova Iorque.


Estabelecida na cidade, foi somente em abril, que ela apresentou oficialmente sua primeira coleção prêt-à-porter no Metropolitan Museum, com sobreposição de tecidos diferentes em comprimentos variados, e logo conquistou clientes importantes, entre as quais a rainha dos cosméticos Estée Luader e Jacqueline Kennedy Onassis, que encomendou a Carolina Herrera o vestido de casamento de sua filha Caroline. Imediatamente grandes lojas de departamento compraram suas roupas.

Fez com facilidade a transição para os modelos mais enxutos de meados da década de 80 e tornou-se famosa por suas elegantes roupas para o dia e para a noite.

Carolina Herrera começou também a fazer coleções de vestidos de noiva, mas foram os perfumes que contribuíram para divulgar o seu nome no mundo inteiro. Isto aconteceu em 1988, quando a empresa espanhola de perfumaria Antonio Puig criou o famoso perfume feminino CAROLINA HERRERA. A partir deste momento a estilista construiria um verdadeiro império que se consolidou com lançamento de sucessos como o Herrera for Men, primeiro perfume masculino da marca, inspirado nos dois homens com principal participação na vida da estilista, o marido Reinaldo Herrera e o pai Guillermo Pacanins, lançado em 1991; e o 212, uma das fragrâncias de maior sucesso da grife, inspirada num estilo vanguardista nova-iorquino e lançada em 1997. Seus primeiros perfumes se transformaram, em menos de uma década, em verdadeiros clássicos do mundo das fragrâncias e continuam atuais como no dia de seus lançamentos.


Depois vieram os acessórios (malas, sapatos, artigos de pele, lenços), a roupa de senhora e a mais recente novidade, a coleção para homem. A primeira loja da marca CAROLINA HERRERA abriu somente no ano de 2000, na célebre Madison Avenue, em Nova Iorque. Nos anos seguintes a marca introduziu produtos em inúmeros segmentos, inclusive uma segunda linha de roupas e acessórios com preços mais em conta. Em 2008, a estilista e sua filha Carolina Adriana (responsável pelo bem sucedido 212, a primeira fragrância de sua criação) participaram de um jantar em comemoração aos 20 anos da primeira fragrância de sua grife, realizado na Casa Fasano, em São Paulo. A celebração foi acompanhada por uma mostra de vestidos e perfumes lançados pelas marcas Carolina Herrera e CH Carolina Herrera.

A estilista explicou o por que da escolha do Brasil, e principalmente São Paulo para essa celebração: “Escolhi lançar a exposição em São Paulo, porque o perfume tem sido um hit (de vendas) aqui por 20 anos”, disse a venezuelana. A exposição ocupava a primeira sala do espaço, alugado para eventos de luxo. Textos contavam a história de cada fragrância, com sua inspiração e descrição das notas, ao lado de pôsteres das campanhas publicitárias, dos produtos em suas diferentes embalagens ao longo dos anos.


A linha do tempo

1987

Lançamento de sua primeira coleção de vestidos de noiva.

1994

Lançamento do perfume Flore, com acentuados aromas florais.

1996

Lançamento do perfume Aquaflore.

1997

Lançamento de sua primeira coleção de acessórios que incluía bolsas e outros artigos de couro, lenços e gravatas.

1999

Lançamento da versão masculina do perfume 212.

2001

Lançamento da marca CH Carolina Herrera, composta por acessórios e roupas mais esportivas e acessíveis, que custam cerca de 1/3 da marca CAROLINA HERRERA NEW YORK. Nesse mesmo ano inaugurou quatro lojas da nova marca nas cidades de Houston, Nova York, Las Vegas e Coral Gables (Flórida). Atualmente a marca possui quase 40 lojas.

2002

Lançamento do perfume feminino Chic. A versão masculina foi lançada dois anos depois.

2004

Lançamento do perfume 212 Sexy, sucesso de vendas no mundo inteiro e que, no Brasil, se esgotou em apenas um mês de lançamento, fazendo com que a marca alcançasse o primeiro lugar entre os perfumes femininos mais vendidos.

2005

Lançamento do perfume masculino Hererra Acqua.

2007

Lançamento do perfume CH Carolina Herrera, uma fusão entre o contemporâneo e o tradicional, também em seu frasco: couro e prata.

Lançamento da edição especial de verão do famoso perfume chamado 212 Splash. O já classico frasco (agora em tons aquáticos) da fragrância normal foi colocado dentro de uma embalagem transparente no formato de uma lata de refrigerante.

A criação da primeira fragrância

O perfume nasceu de um encontro social em Nova Iorque, cidade eternamente ligada à designer. Caminhando entre convidados, Carolina Herrera passou perto de Don Mariano Puig, Diretor da empresa de perfumaria espanhola Antonio Puig, que percebeu um aroma de grande personalidade e perguntou a sua origem.

Ela explicou que não se tratava de nenhuma fragrância, senão de um resultado experimental com óleo e essências de jasmim e nardo (cravo), flores muito presentes em recordações de sua vida na Venezuela. Dois anos depois, a difícil tarefa de traduzir um universo emocional em uma fragrância resulta no lançamento do primeiro perfume Carolina Herrera.

Nascida Maria Carolina Josefina Pacanins em Caracas, na Venezuela, Carolina Herrera vem de uma família descendente de agricultores e líderes políticos.

Aos 13 anos, em viagem a Paris, descobriu o gênio criador Balenciaga, que até hoje inspira seu trabalho.

Aos 25 anos foi relações públicas na Casa Pucci, na Venezuela, quando conheceu Maria Teresa Herrera, mãe de Reinaldo Herrera com quem casou em 1968.

Carolina Herrera já fez parte da lista internacional de mulheres mais bem vistas nas décadas de 70 e 80.

Sua primeira coleção foi lançada em setembro de 1980 e ela imediatamente conseguiu o apoio de Armando de Armas, investidor venezuelano, para construir sua empresa. Mudou-se com a família para Nova Yorque e começou a confeccionar vestidos para noivas.

Mas seu nome foi projetado internacionalmente graças aos perfumes que levam seu nome.

O primeiro grande sucesso foi o 212, o código da cidade de Nova Iorque. Depois vieram o 212 Men e o 212 Sexy.


Carolina Herrera abriu sua primeira loja em 2000, na Madison Avenue, em Nova Iorque, a rua das grandes griffes.

Costuma dizer que o que mais gosta de fazer é criar vestidos para noivas, para que ela possa viver este dia plenamente, para que sua beleza interior e sua felicidade transpareçam.

A moda de Carolina Herrera tenta salientar a personalidade de quem a veste.

Costuma dizer que:

“A moda prova uma das minhas frases favoritas: o supérfluo é o mais necessário.”






Divulgue sua marca aqui e nas redes sociais !
Instagram: @oresumodamoda



Destaques da Semana:

DECORAÇÃO: Irmãos Fahrer lançam a Empório Fahrer

GASTRONOMIA: Barbosa & Marques indica queijos para preparar sanduíches

GASTRONOMIA: Esporão Reserva é destaque ´Double Gold´ no SAKURA AWARDS, no Japão